Transporte de Animais

A Flyways não transporta animais vivos na cabine ou no compartimento de bagagem de suas aeronaves, exceto o Cão-Guia ou Cão-Guia de Acompanhamento de passageiros com necessidades de atendimento especial.

O Cão-Guia ou Cão-Guia de Acompanhamento treinado para auxílio de passageiro com necessidades de atendimento especial será transportado gratuitamente na cabine. A solicitação desse serviço deverá ser feita com antecedência mínima de 48  horas do horário previsto da partida do voo, através de nossa Central de Vendas pelo telefone 4007-2295 (custo de ligação local).

Para o embarque é obrigatório a apresentação dos seguintes itens:

  • Carteira de Identificação do cão-guia e Plaqueta de Identificação, expedidas pelo centro de treinamento de cães-guia ou pelo instrutor autônomo, que devem conter as seguintes informações:

animais-alt2

  • Carteira de vacinação atualizada.

Com comprovação da vacinação múltipla e anti-rábica e de tratamento com vermífugo assinada por médico veterinário com registro no órgão regulador da profissão. No certificado de vacinação antirrábica, deve constar o nome do laboratório produtor, tipo de vacina e o número de vacina/ampola utilizados. Esta vacina deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e sua validade é de um ano.

  • Atestado de sanidade do animal fornecido pela Secretaria de Agricultura Estadual, Posto do Departamento de Defesa Animal ou pelo médico veterinário. O prazo de validade do Certificado é de 10 dias a contar da data de sua emissão.
  • Equipamento do animal, composto por coleira, guia e arreio com alça.

O animal será transportado, no chão da aeronave, em local adjacente ao seu dono e deverá viajar equipado com coleira, guia e arreio com alça,  e sob o controle do seu dono. É dispensado o uso de focinheira.

O assento do passageiro será determinado pela FLYWAYS no momento da reserva e o animal será acomodado de modo a não obstruir, total ou parcialmente, o corredor da aeronave.

O cão-guia ou o cão-guia de acompanhamento em fase de treinamento somente será transportado quando em companhia de treinador, instrutor ou acompanhante habilitado, devidamente comprovado.

O cão em fase de socialização e treinamento deverá ser identificado por uma plaqueta, presa à coleira, com a inscrição “cão-guia em treinamento”, aplicando-se as mesmas exigências de identificação do cão-guia.